Google+

«

»

set 08 2013

AKD Jogando Hearthstone (na conta da Lyra)

hearthstone-580x326Beeeem, galera. Quem me conhece in real life (na vida real =Þ ) sabe que eu DETESTO jogos de cartas (com exceção do baralho tradicional e de UNO). Já joguei Magic The Gathering, Pokémon TCG, Yugi-oh!, Super Trunfo, Magi Nation; já vi para vender o TCG de Naruto, mas não fiquei nem um pouco estimulado em comprar. õ/

Já joguei TCGs eletrônicos também, tipo o de Pokémon para GB, Yugi-Oh! para GBA, DBZ para Snes (tá… esse não é um TCG, é um RPG que você escolhe cartas para poder atacar. >.< ); mas nenhum desses jogos me atraiu tanto quanto Hearthstone atraiu… prevejo minha pessoa gastando alguma quantidade de grana para comprar boosts para meus decks <_<.

Antes do lançamento do BETA de Hearthstone, eu já tinha visto alguns teasers e não estava interessado no jogo, ainda mais por acreditar que seria um jogo pago, não um F2P. Sendo assim, não busquei por mais nenhuma informação sobre o jogo, afinal, inicialmente, ele não tinha atraído meu interesse. Foi então que resolveram dar algumas chaves BETA e minha amada Lyrabel ganhou uma. Através da Lyra, foi que descobri que o jogo seria um F2P, foi através dela também que fiquei sabendo que a Blizzard ganharia dinheiro vendendo os pacotes com os boosts, foi graças a Lyra que comecei a jogar o jogo ontem (07/09/13) e foi graças a minha curiosidade que a Blizzard ganhou mais um futuro jogador de Hearthsone que comprará boosts

Inicialmente, perdi uma batalha após a outra. Eu estava focado somente em cumprir uma missão diária que tinha como objetivo causar 100 pontos de dano em partidas contra outros jogadores… mas após minha primeira vitória… minha competitividade foi atiçada… Após isso, coloquei outros objetivos na cabeça… O primeiro deles, derrotar todos os herois que a Lyra ainda não tinha derrotado.

Jainda Proudmore (Maga), Malfurion Tempesfúria (druida), Thrall (Xamã) e Valira Sanguinar (Ladina) eram os herois que a Lyra havia derrotado. Garrosh Grito Infernal (Guerreiro), Uther, o Arauto da Luz (Paladino), Rexxar (Caçador), Gul’dan (Bruxo) e Anduin Wrynn (Sacerdote), eram os herois que ainda não tinham sido destravados. Após cada duelo, você ganha uma quantidade de experiência; após atingir uma quantidade X de experiência, você sobe de nível. Conforme seu nível aumenta, novas cartas específicas para a classe serão liberadas, você ganha/libera cartas somente até o nível 10; você pode ter até duas cartas iguais no seu deck.

Estão vendo os pontos de exclamação acima das cabeças de alguns personagens? Ele só aparece nos personagens que ainda não estão no nível 10 ou mais.

Tela de seleção dos herois

Tela de seleção dos herois

Bom… eu tinha um outro objetivo no jogo… completar as missões diárias que a Lyra ainda não tinha completado… Mas qual heroi eu deveria escolher para fazer isso? Então, decidi jogar com Thrall e consegui completar a missão de 5 vitórias. Só restava agora mais uma missão: Vencer duas batalhas com o sacerdote. Mas o Anduin ainda não estava liberado… quem seria o heroi que derrotaria o sacerdote loiro para que eu pudesse completar a missão? Após várias derrotas jogando com Thrall, decidi jogar uma partida com a Valira… após duas derrotas, consegui vencê-lo e por ter achado o deck do Anduin um tanto… apelão, decidi começar a jogar com ele não somente por conta da missão, mas também para liberar todos os outros herois restantes e foi exatamente isso que fiz. Não gosto de jogar de “priest” no wow e também não gosto do Anduin, mas esse jogo, foi a exceção para a regra em ambos os casos. Anduin acabou se tornando meu personagem favorito de Hearthstone. Então quando (se) eu receber minha chave BETA, o Priest que vocês enfrentarem, pode ser eu, pois já decidi jogar somente com o Anduin. õ/

A seguir eu detalho cada poder heroico do jogo.

Poderes heroicos:

Cada heroi tem suas cartas exclusivas e seu “poder heroico” (habilidade que custa dois cristais de mana para ser ativada).

Os poderes heroicos são:

  • Aumentar armadura (Guerreiro; seu heroi recebe dois pontos de armadura; serão ignorados dois de dano dos próximos ataques; efeito cumulativo; qualquer dano acima da quantidade de armadura que seu heroi possua no momento que recebe dano, será subtraído de seu total de pontos de vida);
  • Convocação totêmica (Xamã; seu heroi convoca um totem aleatório para o campo de batalha, o totem terá uma das propriedades a seguir:
    • Totem de cólera dos Ares (+ 1 de Poder de Feitiço; seus próximos feitiços recebem + 1 no efeito causado);
    • Totem de cura (restaura um ponto de vida de todos os personagens aliados ao fim do seu turno, seu heroi e todos os seus lacaios irão recuperar 1 ponto de vida);
    • Totem calcinante (causa um ponto de dano);
    • Totem da garra de pedra (este totem tem a habilidade “provocar”; seu heroi não poderá ser atacado até que o totem seja destruído, exceto por lacaios que tenham algum efeito de causar dano assim que entram em campo ou através do poder heroico do heroi adversário);
  • Maestria em adagas Ladino; (equipa uma adaga + 1/2; ou concede + 1 de ataque a sua arma no turno atual);
  •  Reforçar (Paladino; evoca para o campo de batalha um lacaio com 1/1), Tiro firme (Caçador, causa 2 de dano ao heroi adversário);
  • Metamorfose (Druida, concede + 1 de ataque no turno atual para seu heroi e + 1 de armadura);
  • Conversão de vida (Bruxo; compre um card ao custo de dois pontos de vida);
  • Impacto ígneo (Mago, causa 1 de dano; diferente de tiro firme, o dano pode ser num lacaio ou no heroi adversário);
  • Cura inferior (Sacerdote; restaura 2 pontos de vida).

E para você que acha que somente quem compra as cartas com $$ de verdade e não o gold do jogo pode vencer um duelo, seguem algumas screen shots que tirei numa luta contra um xamã que tinha um card raro enquanto eu tinha apenas o deck básico de mago nível 10 (Detalhe: eu só fui jogar de mago para poder cumprir a missão de hoje (08/09/13) que era vencer duas partidas com Mago).

Os quatro primeiros lacaios possuem provocar. Assim construí minha defesa logo no começo do duelo, graças a dois feitiços de imagem espelhada e um feitiço de cristal de mana que me concedeu um cristal extra.

Estão vendo aquele gnomo ali em cima com 6 de ataque e 6 pontos de vida? Pois é. Ele invoca uma criatura fabulosa com quatro pontos de vida e que concede +1/+1 a uma criatura aliada aleatória ao final de cada turno. Não tirei screen shot da invenção porque eu estava aperriado demais para sumir com aquela invenção do @#$%¨!

E aí o resultado final da batalha. Reparem na quantidade dos meus pontos de vida. /o/

Vejam a tela de busca para adversários. Estão vendo as outras frases acima/abaixo de “Oponente Digno” ? Nunca vi nenhuma dessas frases ser selecionada.

1

 

A tela das cartas após o pacote ter sido aberto e você ter clicado nelas..

5

 

Quando minha amada Lyra escreveu sobre Hearthstone, o modo arena ainda não estava selecionável. Agora está. No modo arena, você escolhe seu heroi (quando cliquei na opção e fui iniciar a partida, somente Thrall, Anduin e Jaina estavam selecionáveis) e monta um deck com 30 cartas aleatórias. Ainda não jogamos no modo arena, pois enquanto eu estava montando meu deck, não consegui selecionar mais nenhuma carta após a oitava. >.<

Mais uma coisa sobre o modo arena, após a primeira vez, ele é pago. Desconheço o valor, pois não tinha nenhuma informação sobre isso na interface do jogo.

Bom… é isso, galera. Espero encontrar vocês em breve em Hearthstone. \o\

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comente

Comentários

Sobre o autor

AKD

Geek, "cinéfilo", gamer, aspirante a blogueiro, fã da Palhaço Paranóide e ama jogos.

%d blogueiros gostam disto: